fbpx
Ligue Agora Cobrimos a concorrência
Contato via WhatsApp

Descubra a importância do Sensor MAP da injeção eletrônica: tudo que você precisa saber!

Descubra a importância do Sensor MAP da injeção eletrônica: tudo que você precisa saber!

O Sensor MAP (Manifold Absolute Pressure) também é conhecido como sensor de pressão do coletor, ele é um importante componente do sistema de injeção eletrônica de combustível. Sua função é medir a pressão do ar que entra no coletor de admissão e posteriormente enviar essa informação para a central eletrônica do veículo. Com base nessa informação, a central controla a quantidade de combustível que será injetada nos cilindros do motor, garantindo assim que a mistura ar-combustível esteja nos limites ideais. 


Além disso, o Sensor MAP também é responsável por garantir um bom funcionamento do  motor do veículo, e para que ele  tenha um desempenho eficiente e econômico. No caso de problemas com este sensor, pode resultar em uma série de sintomas no veículo, entre eles podemos citar a perda de potência, aumento do consumo de combustível, falhas na aceleração, entre outros.


É importante lembrar que cada veículo tem um Sensor MAP específico, ou seja, cada modelo possui um sensor com características que devem ser respeitadas para garantir a compatibilidade com o sistema de injeção eletrônica do carro. Desta forma, é importante buscar sempre um profissional especializado para fazer a troca ou reparo do Sensor MAP do seu veículo. 

Quais são os tipos de Sensores MAP existentes? 

Em geral, no mercado existem dois tipos de Sensores MAP distintos, vamos falar detalhadamente sobre cada um deles a seguir:

Sensor MAP de pressão absoluta

Este é um tipo de sensor que é usado em carros que possuem o sistema de injeção eletrônica, sua função é medir a pressão absoluta do coletor em relação à pressão atmosférica externa, garantindo assim a quantidade de combustível correta para ser injetada nos cilindros do motor. 

Sensor MAP de pressão diferencial

O Sensor MAP de pressão diferencial é de fato utilizado de acordo com o tipo de injeção de combustível e alguns sistemas dependem desse sensor para uma medição precisa da diferença de pressão entre o ar que entra no motor e o ambiente externo. Esse é o caso da injeção eletrônica multiponto sequencial (SFI), que precisa dessa medição para garantir a eficiência e economia de combustível.

Qual o tipo de medição utilizado em veículos com carburador

Uma dúvida muito comum que pode surgir é quanto aos veículos mais antigos, aqueles que ainda utilizam o carburador. Afinal, esses veículos também possuem algum sistema de medição do ar que entra no motor? A resposta é sim. No entanto, este componente não é nenhum tipo de Sensor MAP e sim outra peça chamada venturi. 

O venturi possui um formato cônico, ele fica localizado no coletor de admissão, e funciona através do princípio físico de que a velocidade do fluido aumenta à medida que sua seção transversal diminui. Quando o ar passa pelo venturi, a velocidade aumenta, e isso cria uma área de baixa pressão. Essa diferença de pressão é usada para puxar o combustível do carburador para dentro do motor, formando a mistura ar-combustível.

Existe um período para substituir o Sensor MAP?

Assim como todos os componentes veiculares, o Sensor Map também possui um prazo de vida útil, sendo necessário de tempos em tempos realizar a sua substituição. No entanto, esta é uma peça que, em geral, costuma durar bastante tempo, em geral, um Sensor MAP pode durar de 100.000km a 240.000km, ou de 5 a 10 anos de uso, em média.

A observação de alguns sintomas de possível defeito é fundamental para que o proprietário saiba que está se aproximando o momento de realizar a troca do seu Sensor MAP. Esses indícios de desgaste são: 

  1. Luz de advertência do motor acesa no painel do veículo;
  2. Dificuldade em ligar o motor;
  3. Perda de potência do motor;
  4. Dificuldade em manter a marcha lenta;
  5. Aumento no consumo de combustível;
  6. Emissão de fumaça preta pelo escapamento;
  7. Problemas na aceleração do veículo;
  8. Falhas na ignição;
  9. O motor pode “engasgar” ou falhar em algumas situações;
  10. Diminuição da velocidade máxima do veículo.

Se você perceber algum desses sinais, então é melhor buscar uma assistência especializada, pois o seu Sensor MAP pode estar com problemas.

Onde fazer a troca do Sensor MAP?

Se você está precisando substituir o Sensor MAP do seu veículo, a Dinamicar Auto Center, localizada no Rio de Janeiro, é a escolha certa. Contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados e experientes em sistemas de injeção eletrônica, que poderão fazer a avaliação do seu veículo e realizar o serviço de forma rápida e eficiente.

Além disso, a Dinamicar Auto Center oferece serviços de manutenção preventiva e corretiva para veículos de todas as marcas e modelos, com qualidade e preço justo. Conte com a equipe da Dinamicar Auto Center, a sua referência em manutenção automotiva no Rio de Janeiro.