Ligue Agora Cobrimos a concorrência
Contato via WhatsApp

Pneus com pressão baixa impactam o desempenho e aumentam o consumo do seu veículo

imagem de um pneu murcho

Veja como a pressão baixa dos pneus pode afetar o desempenho do seu veículo e aumentar o consumo de combustível, e saiba a importância de manter a pressão correta. 


Importância da pressão correta dos pneus

A pressão correta dos pneus é essencial para garantir o bom funcionamento do seu veículo. Quando os pneus estão com pressão baixa, eles não conseguem suportar o peso do veículo adequadamente, o que pode levar a problemas de desempenho e segurança. Além disso, pneus com pressão inadequada também aumentam o desgaste da borracha, reduzindo a sua vida útil e demandando uma troca de pneus antes do previsto.

Manter a pressão correta dos pneus também contribui para uma melhor dirigibilidade, proporcionando maior estabilidade e controle ao dirigir. Portanto, é importante verificar regularmente a pressão dos pneus e ajustá-la de acordo com as recomendações do fabricante do veículo.

Um carro com pneu murcho consome mais combustível, além de poder apresentar problemas na suspensão. Foto: Getty Images

Lembrando que a pressão correta dos pneus pode variar de acordo com o modelo do veículo e o tipo de pneu utilizado. Consulte o manual do proprietário ou a etiqueta de especificações do veículo para obter a pressão recomendada.

Impacto no desempenho do veículo

Pneus com pressão baixa podem comprometer o desempenho do veículo de diversas maneiras. Quando os pneus estão descalibrados, o veículo pode apresentar uma resposta mais lenta ao acelerar, resultando em uma perda de potência e aceleração mais fraca. Além disso, a estabilidade do veículo também pode ser afetada, dificultando o controle em curvas e manobras. 

Da mesma forma, estudos da NHTSA, órgão de segurança do trânsito dos Estados Unidos, demonstram que rodar com pneus subinflados ou gastos multiplica em até três vezes o risco de acidente. Isso porque os pneus afetam diretamente a frenagem, fazendo o carro se arrastar por uma distância maior do que deveria.

Outro ponto importante é que pneus com pressão inadequada aumentam o atrito com o solo, o que causa um maior desgaste do pneu e, consequentemente, uma redução na vida útil do mesmo. Isso significa que você terá que substituir os pneus com mais frequência, o que pode ser um gasto extra e desnecessário.

Portanto, manter os pneus com a pressão correta é fundamental para garantir um bom desempenho do veículo, tanto em termos de potência e aceleração quanto em estabilidade e durabilidade dos pneus.

O que acontece com os pneus descalibrados?

Quando os pneus estão descalibrados, ou seja, com pressão baixa, alguns problemas podem surgir. Um dos principais é o desgaste irregular dos pneus. Com a pressão inadequada, o contato com o solo não é uniforme, o que leva a um desgaste mais acentuado em determinadas áreas do pneu. Isso pode resultar em um desgaste prematuro e até mesmo em danos estruturais, comprometendo a segurança do veículo.

Além disso, pneus descalibrados também podem afetar a dirigibilidade do veículo. Com uma pressão inadequada, o veículo pode apresentar uma resposta mais lenta ao volante e uma menor aderência ao solo, o que pode dificultar o controle em situações de emergência.

Portanto, é importante ficar atento aos sinais de que os pneus estão descalibrados e ajustar a pressão sempre que necessário.

Aumento do consumo de combustível

Um dos impactos mais significativos da pressão baixa dos pneus é o aumento do consumo de combustível. Quando os pneus estão descalibrados, o veículo precisa de mais energia para se movimentar, o que resulta em um maior consumo de combustível.

Isso ocorre porque pneus com pressão inadequada aumentam o atrito com o solo, o que gera uma resistência extra ao movimento do veículo. Como consequência, o motor precisa trabalhar mais para vencer essa resistência, o que leva a um maior consumo de combustível.

Portanto, manter os pneus com a pressão correta não apenas garante um melhor desempenho do veículo, mas também contribui para a economia de combustível, o que é benéfico tanto para o meio ambiente quanto para o seu bolso.

Sinais de que os pneus estão com pressão baixa

É importante ficar atento aos sinais de que os pneus estão com pressão baixa, pois isso pode indicar a necessidade de calibrá-los. Alguns dos sinais mais comuns incluem:

– Desgaste irregular dos pneus: se você perceber que os pneus estão desgastando de forma irregular, com áreas mais gastas do que outras, pode ser um sinal de pressão inadequada.

– Veículo puxando para um lado: se o veículo estiver puxando para um lado ao dirigir em linha reta, pode indicar que os pneus de um lado estão com pressão baixa.

– Dificuldade de controle em curvas: se o veículo apresentar uma resposta lenta ao fazer curvas, pode ser um indício de pressão baixa nos pneus.

– Luz de advertência no painel: muitos veículos modernos possuem sensores de pressão dos pneus que acendem uma luz de advertência no painel quando a pressão está baixa.

Caso observe algum desses sinais, é recomendado verificar a pressão dos pneus e calibrá-los conforme necessário.

Pneus com pressão acima da ideal

Cuidado com os pneus inflados acima da pressão recomendada. Quando a pressão está muito alta, apenas a parte central do pneu fica em contato com o solo, resultando em desgaste irregular e aumentando a suscetibilidade a furos.

“A pressão excessiva reduz a capacidade de frenagem, a dirigibilidade e a estabilidade em curvas e condições de rodagem”, alerta Cleber William Gomes, professor de Engenharia Mecânica da Fundação Educacional Inaciana (FEI).

Pneus excessivamente cheios se tornam mais duros, fazendo com que o carro pule mais ao passar por obstáculos. Isso afeta a suspensão e compromete o conforto dos ocupantes.

Dicas para calibrar os pneus

Calibre sempre com os pneus frios: quando os pneus estão quentes, após rodar muitos quilômetros, a expansão do ar faz com que aparentem estar mais cheios do que realmente estão. Por isso, faça a calibragem logo de manhã.

Siga a recomendação do fabricante: a pressão correta varia conforme o uso. Se for viajar com o porta-malas cheio, a pressão nos pneus traseiros deve ser um pouco maior.

Calibre os pneus uma vez por semana: se você usa o carro com pouca frequência, faça a calibragem após abastecer.

Não esqueça do estepe: não é necessário calibrá-lo toda semana, mas é importante mantê-lo em ordem para emergências.

Serviços de manutenção de pneus em autocenters no RJ

Se você está buscando serviços de manutenção de pneus no Rio de Janeiro, os autocenters são a melhor escolha. Nesses estabelecimentos especializados, você encontrará profissionais qualificados para realizar calibragem, verificação de desgaste, alinhamento e balanceamento dos pneus, entre outros serviços essenciais.

Além disso, os autocenters oferecem uma variedade de marcas e modelos de pneus, garantindo que você encontre a opção ideal para o seu veículo.

Não deixe a segurança e o bom funcionamento do seu veículo ao acaso. Visite um autocenter de confiança – como a Dinamicar – hoje mesmo e mantenha seus pneus em perfeitas condições!