Ligue Agora Cobrimos a concorrência
Contato via WhatsApp

Carros que apresentam maior frequência de reparo

 

Consumidores atentos, antes de adquirirem um produto, buscam por informações em fontes confiáveis, para saber se estão investindo bem seu dinheiro. Essa pesquisa é fundamental para a tomada de decisão de compra, para que não haja arrependimentos futuros.

 

Comprar um veículo demanda mais atenção ainda, por isso nada melhor do que conversar com um mecânico antes e tirar todas as suas dúvidas sobre a manutenção do carro e se o mesmo costuma apresentar problemas com muita frequência.

Antes de comprar um veículo é importante saber como é o seu mercado de peças de reposição, e se existe, além da rede de oficinas autorizada, opções de locais onde se possa fazer revisões ou mesmo reparos.

 
Conheça alguns veículos considerados recordistas do reparo
 
Citroën C3
 

Costuma apresentar problemas na suspensão, pois seu amortecimento é vulnerável ao tipo de pista aqui do Brasil. Seu vasto sistema eletrônico pode gerar algumas complicações na hora do reparo, por causa da pouca quantidade de informações técnicas disponibilizadas no mercado, tornando assim a sua manutenção mais cara.

 
Renault Clio
 

Assim como o C3, é difícil encontrar informações técnicas para consertos fora da rede de concessionárias. Costumam apresentar falhas no motor, queimas frequentes da bobina de ignição, além de escassez de peças e de não estar preparado para os congestionamentos das grandes metrópoles.

 
Renault Sandero
 

Apresenta as mesmas falhas do Renault Clio.

 
Peugeot 207
 

Manutenção cara por não possuir muitas informações técnicas no mercado fora das concessionárias. Por seguir um padrão de fabricação europeu, sua suspensão é afetada pelos buracos e lombadas das nossas vias. Apresenta muito barulho e possui sistema eletrônico muito complexo.

 
Ford Fiesta
 

Costuma apresentar problemas no sistema de arrefecimento, e suas peças de reposição são difíceis de serem encontradas.

 
JAC J3
 

Difícil de encontrar peças para reposição e sua suspensão é muito sensível para o padrão de pistas brasileiras, e a calibragem da injeção eletrônica geralmente é complexa. Também podem apresentar desgastes irregulares nos pneus e falhas constantes no motor.

 
Citroën C4
 

Problemas parecidos com o do modelo C3, possui muita tecnologia eletrônica e poucas informações de reparo no mercado, além de apresentar suspensão sensível.

 
Peugeot 208
 

Considerado um carro muito barulhento, a sua manutenção torna-se cara devido à complexidade do seu sistema eletrônico e pela falta de especificações técnicas no mercado.

 
Ford Ka
 

Apresenta frequentes problemas no sistema de arrefecimento e suas peças são difíceis de serem encontradas até mesmo em redes autorizadas Ford.

Não deixe de fazer a manutenção periódica do veículo de acordo com os prazos estipulados no manual do proprietário, na Dinamicar Pneus, onde você sempre encontra os melhores profissionais e estrutura de ponta para cuidar do seu veículo.