Cambagem: tudo que você precisa saber

Enviado por Comandante em 23 de Julho de 2021
23 de Julho de 2021
Cambagem  | DINAMICAR PNEUS

Ao falar de automóveis, não podemos esquecer de certos assuntos importantes para a durabilidade e bom funcionamento deste. A cambagem está entre esses assuntos e hoje iremos falar da importância dela. Leia e entenda mais sobre o assunto!

O que é a cambagem?

A cambagem é o grau de inclinação dos pneus quando relacionado ao plano horizontal, que é ajustado com o objetivo de distribuir melhor o peso do carro sobre a banda de rodagem de forma igualitária. Ou seja, a cambagem nada mais é do que centralizar os pneus de forma com que o peso do veículo seja distribuído.

Tipos de cambagem

Existem os seguintes tipos de cambagem: positiva, negativa, desigual e nula.

1. Positiva

A cambagem positiva é quando, literalmente, os pneus estão voltados para fora, de maneira que pareçam abertos. Nesse tipo de cambagem, há um desgaste precoce nos ombros externos dos pneus, projetando o ponto de aplicação do peso do veículo para a parte interna do eixo da roda. Esse tipo de inclinação também provoca a diminuição do efeito de alavanca, causando instabilidade vertical na suspensão.

2. Negativa

Diferente da positiva, na cambagem negativa, os pneus estão inclinados para dentro. Nesse caso, o desgaste dos ombros dos pneus são internos, realizando a projeção do ponto de aplicação do automóvel para o eixo da roda, o que causa instabilidade e fadiga na suspensão.

3. Desigual

Ocorre quando o fabricante não fornece especificações. Então, deve-se tolerar uma diferença de, no máximo, um meio grau de camber lado a lado. Nesse caso, o veículo puxa para o lado que está mais positivo do que negativo.

4. Nula

Se dá quando as rodas automotivas estão em ângulo reto (noventa graus) com o solo. Este seria o ângulo ideal, pois as rodas estão retas e um lado não está mais avantajado ou inclinado do que o outro.

O que acontece se eu não fizer a cambagem?

Em primeiro lugar, você coloca sua segurança em risco, já que os pneus são os únicos pontos que ligam o veículo ao solo. Por isso, precisam estar em perfeito estado para evitar acidentes. Na nula, por exemplo, as rodas buscam a cambagem ideal para fazer uma curva.

Outro ponto é a economia de combustível e o desgaste do pneu.

Se seu motor se esforçar mais para rodar devido a um problema no pneu, você arcará com gastos bem maiores nos postos de gasolina por aí. Além disso, temos o desgaste do pneu e a redução da sua vida útil, já que há um esforço maior que causará a deterioração mais rápida deste.

Como saber o momento de fazer a cambagem?

Primeiramente, temos que abordar que existem muitos buracos nas vias e estradas e isso pode levar a cair ou passar por cima de alguns deles, além do desnivelamento dos solos também. Essas pancadas em buracos e a falta de boas molas e amortecedores causam o desalinhamento dos ângulos.

Olhar a parte da frente do veículo também é importante porque te dá uma ideia geral. Se você notar que as rodas não estão mais para retas ou perto de noventa graus, você já pode fazer sua manutenção.

Também há fatores como molas que já estão com desgaste, assim como peças de suspensão que podem não ter sido trocadas regularmente.

É sempre bom depois de dez mil quilômetros rodados fazer uma revisão na cambagem depois de dez mil quilômetros rodados e aproveitar a oportunidade para fazer um balanceamento e alinhamento junto.

Deixe sua cambagem em dia!

Para evitar os acidentes citados ou outros problemas que só te trarão estresse, é sempre bom ficar atento nos detalhes e procurar fazer a manutenção do seu carro. A Dinamicar Pneus, loja de pneus no Rio de Janeiro, conta com profissionais qualificados e serviços de primeira mão para cuidar da cambagem do seu carro. Visite uma das nossas lojas!

Categorias