Quebra-mato: Veja o que diz o Código Brasileiro de Trânsito

Dinamicar Pneus

Quem gosta de deixar o carro diferente e enfeitá-lo, precisa se atentar e procurar saber se os equipamentos que estão sendo comprados para evitar maiores trastornos. Muita gente se interessa em adaptar um quebra-mato no carro a fim de trazer um ar mais “aventureiro” ao veículo.

A instalação do acessório é permitida, mas apenas peças certificadas estão liberadas, segundo a Resolução 215 do Código Brasileiro de Trânsito. O quebra-mato pode alterar as condições de projeto do veículo e entre os parâmetros que sofrem alterações estão a distribuição de peso, a estabilidade, a aerodinâmica e a rigidez estrutural. No entanto, o acessório pode comprometer o funcionamento do sistema de air bag frontal e o pior, em caso de atropelamento, um quebra-mato pode representar um risco extra ao pedestre.

Os fabricantes de veículos também devem especificar os pontos de ancoragem, dimensões e peso máximo da peça. Na hora de escolher o acessório, verifique se ele foi fabricado por uma empresa devidamente registrada no INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). É importante também verificar se o acessório é compatível com o modelo do seu veículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *