Quando fazer a higienização de ar-condicionado automotivo?

Enviado por Comandante em 23 de Agosto de 2021
23 de Agosto de 2021
Higienização de ar-condicionado automotivo

Embora o uso de ar-condicionado automotivo seja mais frequente no verão, o processo de higienização desse equipamento precisa ser regular, inclusive para evitar contágio de doenças respiratórias. Sendo assim, recomendamos limpezas mais frequentes no sistema de refrigeração, se possível, fazendo mais de duas vezes no ano. Além da higienização, a manutenção automotiva também é importante e deve ser realizada a cada 30 mil quilômetros rodados.

A limpeza precisa ser periódica para evitar proliferação de fungos e bactérias

A higienização do ar-condicionado automotivo vai muito além da refrigeração interna do carro. Seja em casa, no trabalho ou dentro do veículo, para que o ar-condicionado funcione adequadamente, é preciso que tudo esteja o mais isolado possível, certo? Para isto, fechamos janelas e portas, e vedamos as frestas, quando necessário.

Com o tempo, passamos a respirar quase que exclusivamente o ar que sai do refrigerador. Ou seja, podemos afirmar que a sujeira presente no sistema de refrigeração não é apenas de poeira. Fungos, ácaros e bactérias também se proliferam no equipamento. Higienização de ar-condicionado automotivo, portanto, é também uma questão de saúde.

Como saber se preciso da higienização de ar-condicionado automotivo?

Recomenda-se a higienização do ar-condicionado automotivo, pelo menos, duas vezes no ano. No entanto, a limpeza irá variar de acordo com o uso do equipamento. Por exemplo, se o motorista utiliza frequentemente o sistema, principalmente em grandes centros urbanos, indica-se a higienização em intervalos de tempo mais curtos.

Também é possível identificar a necessidade de limpeza do sistema através de alguns sinais e problemas no ar-condicionado automotivo. Vejamos!

  • Espirros e alergias: eles podem ser causados pela sujeira do ar-condicionado;
  • Dificuldade na ventilação: os resíduos podem obstruir a passagem de ar;
  • Mau cheiro: com o sistema sujo, é comum sentir mau odor dentro do veículo;
  • E, claro, calor: a diferença de um aparelho limpo é perceptível pela temperatura.

Qual é a melhor forma de usar o ar-condicionado automotivo?

Como qualquer outro componente de um automóvel, é muito importante conservar seu ar-condicionado automotivo. E isso não se restringe à manutenção. Quando uma peça é usada de maneira correta, a necessidade de reparos é bem menor. Por isso, siga algumas medidas preventivas para que seu ar-condicionado funcione melhor.

A primeira delas é usá-lo com frequência. Nesse caso, ao deixá-lo desligado você não vai preservar, e sim desgastar o aparelho. Quando o ar-condicionado automotivo não é usado, menor quantidade de ar circula pelos componentes. Isso facilita o acúmulo de poeira. Portanto, para garantir a lubrificação das peças, ligue o aparelho, pelo menos, uma vez por semana.

Nos dias mais quentes, quando o veículo ficar muito tempo exposto ao sol, em um estacionamento, por exemplo, também é preciso ter cuidado. Ao invés de ligar o aparelho logo, retire antes parte do ar quente que circula no interior do carro. Abra as janelas e as portas por alguns segundos e espere esfriar um pouco. Lembre-se: um ambiente muito quente pode exigir muito do sistema do ar-condicionado automotivo, causando um grande desgaste de suas peças.

Higienização de ar-condicionado automotivo é na Dinamicar Pneus

Na Dinamicar Pneus, loja de pneus no Rio de Janeiro, você também pode cuidar do sistema de refrigeração do seu carro. Realizamos a manutenção e higienização do ar-condicionado automotivo, além de reparos e manutenções automotivas. Entre em contato conosco e solicite um orçamento!

Categorias