Multas de trânsito mais comuns entre os motoristas no Brasil

30 maio 2017
Comentar

 

Feriados são ótimos momentos para cair na estrada, por isso muitas pessoas planejam viagens nessas ocasiões. E, para garantir um feriado prolongado bem relaxante, é preciso ter diversos cuidados com o seu veículo antes de pegar a estrada. Isso inclui, além de revisão no carro, estar atento às leis para não ser pego de surpresa com multas de trânsito, por exemplo.

Pensando nisso, nós separamos para você as infrações do trânsito mais comuns entre os motoristas nas estradas.

As 10 multas de trânsito mais registradas nas estradas do Brasil

Farol baixo durante o dia

Infração média: multa de R$130,16 e 4 pontos na CNH.

Não usar cinto de segurança no banco traseiro

Infração grave: multa de R$195,23 e 5 pontos na CNH.

Excesso de velocidade

Infração média: multa de R$130,16 e 4 pontos na CNH. Para quem transita com velocidade superando entre 20 e 50% do máximo permitido, a infração passa a ser grave, com multa de R$195,23 e 5 pontos na CNH. Para quem estiver com a velocidade maior que 50% da velocidade máxima permitida, a multa passa a ser gravíssima e tem o valor multiplicado por 3: R$ 586,94, e 7 pontos na CNH.

Dirigir pelo acostamento

Infração gravíssima: multa de R$1.467,35 e 7 pontos na CNH.

Ultrapassar em local proibido

Infração gravíssima: multa, de R$1.467,35 e 7 pontos na CNH.

Usar o celular ao volante

Infração gravíssima: multa de R$293,47 e 7 pontos na CNH.

Dirigir alcoolizado

Infração gravíssima: multa de R$2.934,70, 7 pontos na CNH e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Pneus carecas

Infração grave: multa de R$ 195,23, 5 pontos na CNH e retenção do veículo.

Lâmpadas de sinalização queimadas

Transitar com as luzes defeituosas ou piscar os faróis para avisar motoristas sobre blitz ou radar são infrações médias, com multa de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH. Transitar com o farol desregulado ou com luzes muito fortes é infração grave, com multa de R$195,23 e 5 pontos na CNH.

Transportar animais inadequadamente

Infração de leve a grave, com multa de R$88,38 a R$195,23 e 3 a 5 pontos na CNH.

Aumento no valor das multas

É importante lembrar que os valores das multas de trânsito sofreram reajustes de até 66% no final do ano passado. As infrações leves, que antes custavam R$ 53,20, passaram a custar R$88,38. As infrações médias aumentaram de R$85,13 para R$130,16. Já as infrações graves subiram de R$127,69 para R$195,23.

As infrações gravíssimas sofreram o maior aumento e agora dão um prejuízo de R$293,47 aos infratores − antes o valor era de R$191,47. Algumas infrações, como dirigir alcoolizado e fazer racha, ainda multiplicam o valor da infração gravíssima por 10.

Além disso, algumas infrações passaram a ser consideradas mais graves com essa mudança: multa para uso do celular na direção passou de infração média para gravíssima; estacionar em vaga especial passou de grave também para gravíssima; falta de habilitação para “cinquentinha” teve a fiscalização intensificada; e recusar-se a passar pelo teste do bafômetro passou a ter a mesma pena que a reprovação no teste.

Como recorrer de uma multa de trânsito

Se você não concorda com um multa aplicada, pode recorrer contra ela assim que receber o boleto para pagamento. Para isso você precisa procurar o órgão responsável pela multa e retirar o formulário de recurso. Feito isso, você deve escrever a sua defesa, explicando a causa da multa. Depois, basta levar duas vias do recurso preenchido, a carta de defesa e uma cópia dos seguintes documentos: RG, comprovante de residência, carteira de habilitação, documentos do carro, notificação de multa e, dependendo do caso, comprovantes que reforcem a sua carta de defesa.

É importante manter seu endereço sempre atualizado nos órgão de trânsito, pois isso pode invalidar sua defesa e ainda render outra multa.

Multa pesada no bolso, pé leve no acelerador

Ao que tudo indica, o aumento no valor das multas surtiu efeito: enquanto até outubro eram aplicadas cerca de 76 mil multas mensais por excesso de velocidade, em novembro a quantidade caiu para 70 mil, e em dezembro foram apenas 26 mil.

Usar o celular ao volante foi a infração que sofreu o maior reajuste, e também apresentou uma grande queda nas ocorrências: de 10.500 em outubro para menos de 3 mil em dezembro.

Segurança antes de tudo

Tão importante quanto seguir as leis é transitar com o carro funcionando bem. Antes de dar partida na sua viagem, não se esqueça de cuidar bem do seu carro. A Dinamicar, sua loja de pneus no Rio de Janeiro, oferece a melhor opção em manutenção para garantir o bom funcionamento do seu veículo e a segurança da sua viagem.

Interessado em nossos produtos ou serviços? Ligue para a DINAMICAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GOSTOU DO CONTEÚDO E DOS PREÇOS? RECEBA COM EXCLUSIVIDADE NOSSAS PROMOÇÕES

Não derrape. Não eviamos spam :)

AINDA NÃO CONHECE AS NOSSAS LOJAS?

encontre a mais perto de você

Conheça as nossas
Redes Sociais

Sempre com Promoções
Exclusivas!