Junta homocinética: o que é e quais são os principais problemas

Estalos na hora de fazer a curva podem ser um indícios de problema na junta homocinética. Ela é uma peça simples, mas muito importante para a mecânica do automóvel. São as juntas homocinéticas as responsáveis por transferirem a força do motor para as rodas do veículo. Em outras palavras, elas fazem as rodas girarem.

O desenvolvimento da junta homocinética na engenharia automotiva foi fundamental para o surgimento de carros com tração dianteira. Graças a ela, também, o sistema de amortecimento passou a ser mais eficiente e seguro.

A função da junta homocinética

A junta homocinética conecta o cubo da roda ao semi eixo da transmissão. A sua principal característica é a capacidade de executar um movimento articulado para todas as direções, um movimento semelhante ao de um joelho. Com isso, a junta possibilita que a roda continue tracionando, mesmo com os movimentos laterais da direção, para a esquerda e para a direita.

Da mesma forma que seria impossível tracionar o eixo dianteiro sem a homocinética, o movimento feito pelo sistema de suspensão também não seria viável. As juntas podem articular em ângulos superiores a 50 graus. Elas funcionam a partir de um sistema de rolamento por esferas, como na imagem destacada neste post.

A principal causa de problemas

A junta homocinética fica muito próxima ao chão e, por se tratar de um rolamento, a entrada de terra no sistema causa grandes estragos. Para evitar que isso aconteça, ela possui uma coifa protetora feita de borracha sintética.

Como qualquer rolamento, a junta homocinética precisa de lubrificação. Quando a coifa se rompe e permite a entrada de sujeira, a graxa que lubrifica o sistema se mistura com a terra e forma uma pasta que desgasta o rolamento.

A maior parte dos problemas acontece quando essa proteção se rompe, portanto, é preciso ficar atento a ela. O recomendado é uma revisão automotiva a cada 10 mil quilômetros rodados.

Sinais de alerta

Os principais sinais de alerta para problemas com a junta homocinética são os ruídos emitidos pelo carro. Eles podem acontecer de formas diferentes, pois os problemas também podem ser diferentes.

O estalo pode ocorrer ao acelerar o veículo numa curva. Nesse caso, a falha pode ser na superfície da pista de rolamento das esferas na junta fixa, que fica na roda. O ruído fica ainda mais evidente quando a aceleração na curva acontece em marcha a ré.

Se o ruído acontecer durante a aceleração em linha reta, é sinal de desgaste na outra parte da peça, a junta deslizante, que fica do lado do câmbio.

Procure um especialista

É importante estar atento aos sinais de problema, mas é fundamental pedir a avaliação de um especialista. A Dinamicar é uma loja de pneus do Rio de Janeiro especializada em diversos serviços automotivos. A rede possui lojas em diferentes pontos do Rio de Janeiro e região metropolitana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *