Escapamento do carro: 6 cuidados a serem tomados

Enviado por Comandante em 30 de Outubro de 2020
30 de Outubro de 2020
Escapamento do carro | DINAMICAR PNEUS

Assim como muitos conjuntos de peças, o escapamento do carro necessita de alguns cuidados básicos. É fundamental que todos os condutores saibam como funciona esse sistema, quais são as funções dos itens e as medidas de manutenção automotiva que devem ser tomadas. Confira todas as informações sobre o assunto a seguir.

O que é e como funciona o escapamento do carro?

O escapamento do carro tem a principal função de filtrar a enorme quantidade de gases nocivos que poderiam ser lançados ao ambiente, reduzindo em menos poluentes emitidos pelos cilindros. Além disso, ele serve para moderar o ruído do motor, garantir maior vida útil ao automóvel e economizar combustível. Também conhecido como sistema de exaustão, ele é formado por quatro partes interligadas.

O funcionamento desse composto é iniciado no tubo dianteiro, que recolhe os gases produzidos pela queima de combustível. Após essa etapa, os poluentes são direcionados ao catalisador, área onde a impureza é minimizada em até 95%. Ainda, os remanescentes seguem para os silenciadores intermediário e traseiro, que reduzem o grau do barulho do motor e colaboram com a filtragem. Por último, eles são ejetados ao ar.

O que prejudica o escapamento do carro?

Há alguns problemas que podem danificar o sistema de exaustão. São eles:

  • Limpeza de bicos injetores com produtos que não são indicados pelo fabricante do veículo;
  • Desgaste demasiado dos elementos internos do motor e alteração do escapamento original;
  • Variação no lubrificante do motor;
  • Entrada de água nos tubos;
  • Furos no escapamento;
  • Batidas.

Quais são os indícios de falhas no escapamento do carro?

Reconhecer sinais de defeitos no escapamento do carro é essencial. Isso porque a pressão de gases é prejudicada independente de qualquer uma das quatro peças que esteja afetada. Portanto, confira os indicativos a seguir.

Trepidação

As borrachas e coxins que fixam o sistema de exaustão ao carro podem arrebentar. Quando isso acontece, o condutor pode notar uma trepidação no assoalho ou ruídos embaixo do veículo. Tal falha pode ocasionar a quebra dos itens do escapamento, caso o motorista não troque rapidamente as borrachas e coxins, que devem ser substituídas a cada 6 meses como manutenção preventiva.

Excesso de barulho

Ao perceber que o ruído do carro está mais alto do que o normal, o proprietário do veículo deve conferir os tubos e o miolo dos silenciadores para identificar se existem furos. Se for confirmado que há furos, é necessária a troca da peça.

Aquecimento do assoalho

O aquecimento do assoalho é uma consequência da distância errada do escapamento ao solo. Isso pode ocorrer por causa de tortura no sistema ou escapamento trincado. É preciso trocar a peça e atentar-se ao alinhamento dela.

Escapamento do carro requer cuidados

O escapamento do carro requer certa atenção para que continue realizando suas funções, já que, se houver algum defeito nas peças, o desempenho do motor será afetado. Deve ser realizada manutenção automotiva a cada três meses ou 20 mil quilômetros rodados. Veja abaixo alguns cuidados que devem ser adotados.

1. Cautela ao dirigir

Muitos motoristas passam em quebra-molas ou buracos sem o devido cuidado. Isso pode causar um trincado ou uma rachadura nas peças.

2. Combustível de confiança

Quando um combustível é adulterado, solventes são agregados à gasolina e água é colocada no álcool. Isso é um pesadelo para as peças metálicas, pois são corroídas.

3. Não faça adaptações

Qualquer modificação no sistema de exaustão causa danos às peças que estão boas. Quando trocar algum item, utilize apenas um que seja original de marca reconhecida por montadoras. Para o catalisador, deve-se usar um que tenha selo do INMETRO.

4. Não tente fazer o motor pegar no tranco

Essa prática pode danificar o catalisador, que é o item mais caro do escapamento do carro. Muita das vezes, isso acontece por causa de uma injeção maior de combustível no momento do tranco.

5. Não deixe o carro parado na garagem

Veículos parados por muito tempo ou que pouco são utilizados costumam ter os silenciadores lesados com mais facilidade por causa da concentração de umidade no sistema. Os carros que são mais usados nas vias não passam por esse problema devido ao aquecimento do motor.

6. Faça manutenção

O sistema de injeção, os filtros e as velas precisam estar com bom desempenho. Caso não estejam, irão afetar o escapamento do carro. Essas peças devem ser trocadas de acordo com a indicação da montadora do veículo.

Manutenção do escapamento do carro

As dicas apresentadas acima irão colaborar para o aumento da vida útil das peças do escapamento do carro. Porém, é necessário realizar manutenção automotiva e sempre trocar os itens no período indicado pelo fabricante do veículo. Na Dinamicar Pneus, loja de pneus no Rio de Janeiro, você pode adquirir todas as peças do sistema de exaustão e contar com a nossa equipe de profissionais para a substituição delas. Não deixe de cuidar do seu automóvel! Entre em contato conosco para receber a melhor assistência!

Categorias