Descubra como saber quando o cânister está ruim

foto em detalhe do canister e motor do carro | Descubra como saber quando o cânister está ruim

Talvez, você nunca tenha ouvido falar sobre esse componente, mas o cânister, ou válvula do cânister, é uma peça importante do conjunto mecânico dos veículos. Resumidamente, essa válvula trabalha como um filtro, ou seja, ela desempenha o papel de armazenar gases provenientes do combustível e filtrá-los.

Quando esse componente apresenta qualquer tipo de defeito ou inconsistência em seu funcionamento, os riscos para o veículo são muito grandes, ocasionando danos progressivos ao sistema de injeção e, em situações mais críticas, pode causar problemas no motor do carro.

Como o cânister funciona?

O cânister é um mecanismo que foi adicionado aos projetos automotivos na década de 1990. A intenção era justamente implementar um componente que pudesse controlar o vapor resultante da queima do combustível. Sendo assim, é possível dizer que o cânister atua como uma espécie de filtro dentro do processo de combustão e injeção de combustível.

Graças a essa estrutura, os gases da combustão são absorvidos e filtrados. O vapor fica retido no carvão ativado do cânister e, posteriormente, pode ser reaproveitado pelo motor.

Acontece que, quando o cânister apresenta falhas em sua operação, o veículo passa a sofrer com algumas consequências bastante prejudiciais, principalmente para o sistema de injeção. Em situações avançadas e graves, o veículo poderá necessitar até mesmo de um processo de retífica do motor.

Conheça os principais problemas que podem ocorrer com o cânister

Nem sempre é fácil ou simples detectar problemas no cânister, mas existem algumas situações específicas que podem indicar a necessidade de uma manutenção preventiva no componente. Um exemplo clássico é quando um veículo se envolve em uma colisão, fato que pode levar a danos na peça.

Na prática, isso significa que, se você esteve recentemente envolvido em um acidente de trânsito, vale a pena procurar uma empresa especializada em mecânica automotiva para tirar dúvidas, fazer um check-up do carro e buscar orientações com profissionais experientes.

Os sinais que podem indicar uma possível avaria no cânister são: problemas no controle de injeção do veículo, elevado consumo de gasolina ou etanol, odor forte e recorrente de combustível, baixo desempenho e um ruído de difícil identificação.

As falhas do cânister ocorrem principalmente com o travamento da peça. Com isso, o veículo pode sofrer danos no módulo eletrônico de injeção, descontrole do fluxo de gases, sobrecarga, rompimento de tubulações e, consequentemente, terá uma elevada emissão de gases poluentes.

Como corrigir problemas no cânister?

Como nem sempre os motoristas percebem que o cânister está defeituoso, o ideal é seguir uma rotina de cuidados preventivos com o veículo, a fim de que uma visita à oficina mecânica ajude a descobrir precocemente possíveis danos à peça. Ficar atento aos sinais que o veículo apresenta também é fundamental, como o cheiro estranho no escapamento, alteração nos padrões de consumo de combustível do veículo e redução de desempenho.

Para manter o veículo em ordem, os motoristas precisam contar com o suporte de uma oficina especializada em injeção eletrônica. A Dinamicar Pneus, loja de pneus no Rio de Janeiro e oficina, conta com uma equipe capacitada e com know-how em mecânica veicular.

Em uma unidadeda Dinamicar, você pode encontrar informações qualificadas, que te ajudarão como saber quando o cânister está ruim. Vale lembrar que a válvula do cânister também pode apresentar problemas por conta do desgaste natural do componente. Nesses casos, o ideal é efetuar um teste da válvula, seguindo as especificações do fabricante.

Caso você precise de suporte para saber quando o cânister está ruim e para providenciar o reparo da peça, agende agora mesmo um horário de atendimento em uma das unidades da Dinamicar Pneus, no Rio de Janeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *